Postagens

A arte de ser feliz

Difícil de explicar mas desejada por todos, a felicidade pode ser definida como um estado de espírito, repleto de emoções e sensações diversas. Tem um significado diferente para cada pessoa e não existe uma fórmula mágica para se chegar até ela: cada um é feliz como quer ou pode.

Felicidade também pode ser definida como satisfação, contentamento, sucesso e bem-estar. A felicidade é tudo que é bom, que traz prazer e alegria. Pode estar nas pequenas coisas, como ver o mar, por exemplo. É preciso que cada um descubra seus próprios valores de felicidade.

A falta de perspectiva de vida e de futuro, a não aceitação de si mesmo, a falta de auto-estima e a busca pela aprovação dos outros, etc., são os obstáculos que impedem as pessoas de atingirem a felicidade. A sociedade cria e impõe um modelo de sucesso, por isso temos sempre no outro o ponto de referência, achamos que ele é mais feliz.

A felicidade tem muitas variáveis e é preciso saber lidar com situações adversas, como por exemplo: o f…

Você sabe dizer não?

Se não sabe, está na hora de aprender! Poucas são as pessoas que têm facilidade de dizer não quando alguém lhes pede alguma coisa. Por receio de parecerem egoístas ou grosseiras, elas seguem deixando-se sobrecarregar por não sentirem-se capazes de dar uma boa razão para sua recusa. Aprender a dizer não, entretanto, é essencial para o nosso bem estar. Ao dizer não para alguém, estamos dizendo sim para nós mesmos e, assim, evitando provocar um excesso de tensão em nossas vidas. Ser uma pessoa prestativa e disponível para fazer um favor a alguém é algo inteiramente diferente de deixar-se explorar... E há pessoas que sabem ser excessivamente persistentes! Observamos que em muitas situações, por medo de que se não fizerem o que lhes é pedido deixarão de ser amadas, há aqueles que preferem dizer um sim e depois verificar, que provavelmente, não poderão cumprir o prometido. Com certeza um firme mas delicado não logo de início (dando chance para que a pessoa encontre outra alternativa)…
ESCRITO POR REGINA BRETT, 90 ANOS DE IDADE, ASSINA UMA COLUNA NO THE PLAIN DEALER, CLEVELAND, OHIO.

"Para celebrar o meu envelhecimento, certo dia eu escrevi as 45 lições que a vida me ensinou.
É a coluna mais solicitada que eu já escrevi."

Meu hodômetro passou dos 90 em agosto, portanto aqui vai a coluna mais uma vez:

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.

2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno .

3- A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.

4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.

5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.

6. Você não tem que ganhar todas as vezes Concorde em discordar.

7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.

8. É bom ficar bravo com Deus Ele pode suportar isso.

9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.

10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.

11. Faça as pazes com seu passado, as…

Falando Sobre Prazer Sexual

1. Homens e mulheres têm desejo de maneira igual ou diferente?
O desejo sexual está presente da mesma forma em homens e mulheres, mas, as mulheres, em geral, não despertam para toda a intensidade do desejo sexual, seja porque não são estimuladas de forma adequada por seus parceiros ou mesmo por crenças errôneas a respeito do que seja o desejo sexual devido à cultura, sociedade e religião. Os homens são capazes de separar sexo de afeto, enquanto a maioria das mulheres não o é.

2. Por que o desejo esfria com o tempo no relacionamento duradouro?
O desejo esfria com o tempo justamente porque se entra numa rotina estressante: dá-se prioridade para as coisas do dia a dia em detrimento do cultivo ao relacionamento, ou seja, muitas vezes, o excesso de trabalho, os horários diferentes, a falta de diálogo, a não aceitação do outro como ele é e não como gostaríamos que ele fosse, a falta de tempo, tudo isso pode levar o casal ao afastamento e, consequentemente à diminuição do desejo sexual; ser…

Homens em terapia sexual, PORQUE?

Eles geralmente levam um certo tempo para admitir que tem problemas. Mas, depois disso, a maioria procura ajuda, faz tratamento e volta a sentir e dar prazer.

Por medo de magoar ou por não saber como abordar a questão, muitas mulheres convivem com a insatisfação quando o desempenho sexual de seus parceiros deixa a desejar. Elas ficam inseguras e imaginam que o companheiro está desinteressado porque deixaram de ser atraente. Os homens por sua vez, raramente falam sobre o assunto quando percebem que podem ter algum problema. É como se a discussão sobre relacionamento sexual ainda estivesse na era vitoriana.
Felizmente, porém, muitos desses homens buscam um especialista quando se convencem de que precisam de ajuda para voltar a ter e dar prazer. O medo de falhar quase sempre faz com que o homem procure um urologista. Em muitos casos, o ideal é buscar também a orientação sexual de um psicólogo formado para isso.

Os homens que procuram ajuda o fazem em média depois de cinco anos de pr…

Sexo e adolescência: você está preparada(o)?

O sexo é uma parte importante e significativa da vida. No sexo, como em muitas outras partes da vida, é importante você respeitar a si própria em primeiro lugar para só depois respeitar os outros. Isso inclui a capacidade de saber dizer “não” quando você não quer! Nem sempre é fácil dizer não!

Muitas vezes o seu desejo de dizer não entra em conflito com o que seus amigos pensam, o seu namorado quer. É muito comum as meninas e os meninos se questionarem se devem ou não ter relações sexuais. Todos os seus amigos transam, todo mundo só fala nisso, você tem curiosidade...Mas o que fazer? Você deve deixar de lado o seu desejo de não querer fazer sexo só para satisfazer o seu namorado?
Aqui vão algumas frases comuns que você já deve ter ouvido muitas vezes: O que é que tem? Todo mundo faz...isso é normal!

Muitos dos seus amigos dizem que fazem só pra se aparecer, prá contar. Claro que há mesmo muitas pessoas que fazem, mas uma boa parte não faz e mente para não se sentir inferior. Isso aco…

Reacendendo a chama sexual depois dos filhos

Antes de nos tornarmos mães e pais, muitos de nós ouvimos longos discursos a respeito das alterações que ocorrem em nossas vidas depois do nascimento dos filhos. Mas como a teoria é muito diferente da prática, antes de viver a experiência na pele fica difícil sequer imaginar a extensão destas mudanças. Noites e noites mal dormidas, refeições interrompidas por choros estridentes, preocupações das mais variadas com o bem-estar do bebê caem como um míssil no cotidiano do casal.

Sem falar, é claro, no maldito espelho. É um choque deparar-se com um corpo que parece pertencer a outra pessoa. Além desses fatores que mexem com o emocional e com a forma física, também não se pode esquecer a verdadeira revolução de hormônios pela qual passa ou o organismo feminino.

Não é uma surpresa, portanto, que o cansaço e a ansiedade tragam como resultado a falta de interesse sexual, pelo menos durante algum tempo. A mulher, por seu lado, fica com a atenção totalmente absorvida por este novo ser que pa…